Ferramenta facilita envio de recursos financeiros aos estados e municípios em situações de emergência

DEFESA  CIVIL
Repasses  para o Cartão de Defesa Civil somam R$ 366 milhões
Ferramenta  facilita envio de recursos financeiros aos estados e municípios  em situações de emergência
Criado em junho de 2011 para dar mais agilidade e transparência aos repasses financeiros para regiões em situação de emergência e estado de calamidade pública, o Cartão de Pagamento de Defesa Civil já é utilizado por 108 municípios brasileiros e 18 estados. Mais de R$ 366,3 milhões, de acordo com o Ministério da Integração Nacional, foram repassados aos governos estaduais e municipais por meio do cartão. Do valor total destinado até março deste ano, R$ 304 milhões foram direcionados aos estados e R$ 61 milhões aos municípios. 

Na avaliação do secretário Nacional de Defesa Civil, Humberto Viana, esse cartão possui dois aspectos importantes. “O primeiro deles é a celeridade com que o recurso é repassado ao estado e ao município. E o segundo é a transparência, a boa utilização do recurso público, já que você tem acesso on-line às informações. Podemos ver o que foi comprado e quem comprou”, afirma, destacando que o cartão oferece a garantia da prestação de contas. “Os estados e municípios precisam estar cadastrados e possuir conta específica para fazer uso do cartão”, acrescenta.

Em janeiro, o Ministério da Integração Nacional promoveu oficinas para capacitar os gestores municipais sobre os procedimentos para utilização dessa ferramenta. Já receberam recursos por meio do cartão os governos estaduais de Alagoas, Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe. Também foram repassados recursos para prefeituras de municípios no Acre, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo.

O cartão só pode ser utilizado em situações de emergência ou de calamidade pública reconhecidas pela Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec). Os recursos repassados destinam-se à aquisição de material, inclusive pela internet, e contratação de serviços relacionados às ações de defesa civil. São proibidas compras parceladas, saque de dinheiro em espécie e uso no exterior.

Concurso – O Cartão de Pagamento da Defesa Civil foi selecionado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para concorrer ao United Nations Public Service Awards 2013. O concurso premia anualmente iniciativas capazes de tornar a administração pública mais efetiva, ágil e transparente. A ferramenta desenvolvida em parceria pelo Ministério da Integração Nacional, Controladoria Geral da União (CGU) e Banco do Brasil disputa esta primeira etapa da premiação com outros projetos da América do Sul. O resultado será divulgado na segunda quinzena de abril.

Em 2012, o Cartão de Pagamento de Defesa Civil foi apresentado, em dois eventos internacionais, como boa prática de administração: na 15ª Conferência Internacional Anticorrupção (IACC), realizada em Brasília, e no seminário “Próximo passo da Iniciativa Governo Aberto: utilizando informação para a transparência, prestação de contas e colaboração”, na África do Sul.

Transparência

Mensalmente, os dados referentes aos gastos são repassados pelo Banco do Brasil à CGU e publicados no Portal da Transparência: www.portaldatransparencia.gov.br 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s