VOCÊ CONCORDA?

REFLEXÕES DE ASPÁSIA CAMARGO a respeito das
Manifestações
(Mais no blog da Deputada)

“Devemos considerar como relevante a profunda ojeriza dos manifestantes aos partidos políticos, em geral.
Alguns poucos , através da minha rede, indagam sobre o PV.

Como resolver essa dificuldade? Fiz ontem um manifesto em defesa do movimento.

1o) O movimento surgiu de maneira inesperada e com um vigor surpreendente, revelando
forças políticas represadas e insatisfação generalizada, por conta de um grave esvaziamento da Oposição em função da prática banalizada da cooptação dos partidos políticos, que perderam sua capacidade de vocalizar e negociar insatisfações e descontentamentos.
O protesto revela uma  crise de múltiplas dimensões, organizacionais e institucionais, mas sobretudo  uma grande incerteza e desconfiança no país e no mundo. Especialmente dos jovens, tão sensíveis à esperança no futuro;

2o ) A sede do movimento são as grandes metrópoles insustentáveis, barris de pólvora do descontentamento que se avoluma em função da ineficiência crônica dos órgãos públicos e da má qualidade dos seus serviços em geral-  inclusive citados pelos manifestantes-  educação, saúde e… transportes!

O sistema de transportes é particularmente crítico na Região Metropolitana do Rio de Janeiro,onde as desigualdades são extremas, pois o tempo de percurso da casa para o trabalho é maior inclusive que o da Grande S.Paulo. Nossa área metropolitana é muito grande e dispersa.  E as pessoas moram e dormem longe demais de seus empregos;

3o ) O aumento das tarifas foi o maior detonador do movimento, seguindo a velha tradição de protesto estudantil  contra aumentos que atingem suas parcas rendas.
Lembro-me  bem dos anos 5O e dos inúmeros quebra-quebras contra os bondes da Light  nos quais a UNE teve atuação frequente;

4o ) O movimento é o portador de uma grave crise institucional, e de descontentamento generalizado contra uma democracia corrupta e ineficiente, que emprega mal o dinheiro público e que não merece a confiança dos cidadãos. Ambas agora caminham juntas na consciência dos cidadãos descontentes, que desprezam e culpam os partidos políticos, a representação legislativa e os políticos em geral.  As instituições políticas e sociais estão na berlinda, agora desacreditadas, depois de um longo período marcado pelas altas taxas de aprovação do Governo e da Presidenta, e pela quase veneração ao ex-Presidente Lula, que Marilena Chauí idolatra e chamou de “Deus” nas redes sociais;

5o )  A inflação, tanto tempo negada pelo Governo, exerceu um grande papel acelerador do movimento. Dizem alguns que as perdas de renda chegam a mais de 20%, o que representa uma grave corrosão inflacionária para quem vive de salários precários ou no limite. O caráter generalizado do protesto nas grandes capitais não deixa dúvidas quanto à dimensão da crise econômica que atinge o Brasil,  e que coloca o país em situação de desconforto e precariedade, internacionalmente reconhecida;

6o ) Para mim não resta dúvida de que existe, por trás de um descontentamento localizado, o mal estar da civilização. É como se estivéssemos de costas para o futuro, negando uma direção em parte já traçada que são os compromissos programáticos de uma hipermodernidade que precisa ser rapidamente atingida. Estamos em mãos de uma elite velha  e “carcomida”, como diziam os revolucionários de 1930. Governantes que não reconhecem as necessidades imperiosas de seu tempo. É como se os políticos estivessem desconectados de uma realidade que os jovens e os cidadãos comuns já percebem como inevitável mas alheia a quem nos governa.

O Partido Verde tem um programa libertário que merece ser mais discutido e mais exercido na prática política. Mãos à obra.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s