HOTELARIA EM BOM MOMENTO

001 (3)Do Jornal O Fluminense, 22/7/2013

Gerente de hotel é destaque em virtude da expansão do setor. Salário e comissão podem render bons lucros

Eventos esportivos que o Brasil irá sediar como a Copa do Mundo 2014 e as Olimpíadas 2016 são grandes incentivadores do mercado hoteleiro. O número de unidades hoteleiras lançadas no Brasil cresceu 43% no ano passado em relação a 2011. Com o crescimento da hotelaria, se faz presente e fundamental um profissional que seja responsável pelo serviço prestado ao cliente: o gerente de hotel.

Felippe Guida, 28 anos, responde pelo cargo num estabelecimento da Zona Sul de Niterói. Segundo ele, o gerente é o responsável direto pelo bom funcionamento de todos os setores do hotel, além de acompanhar e supervisionar de perto todos os funcionários e serviços oferecidos aos hóspedes.

Quando o estabelecimento é considerado de pequeno porte, o gerente geral fica como responsável direto pelos setores. Os hotéis de médio e grande porte exigem profissionais para gerir os setores separadamente. De acordo com Guida, a profissionalização na área deve ser de nível superior.

“A formação de um profissional de hotel, nesse caso para gerente geral, é a graduação em hotelaria ou administração de empresas, porém existem muitos cursos técnicos que ajudam na capacitação do profissional. Como em qualquer outra área, quanto mais conhecimento melhor” diz o gerente do Village Icaraí.

Guida acredita que o profissional deve ter conhecimentos e níveis de aprofundamento na área de hotelaria para entender os departamentos do ramo. O conhecimento envolve noções básicas de administração como marketing, recursos humanos, finanças, além de se aprofundar nas áreas específicas da hotelaria, como recepção e reservas, alimentos e bebidas, organização de eventos, governança e até manutenção. Para cobrar bom desempenho dos funcionários é importante que o gerente entenda o que está sendo pedido, para que assim consiga avaliar um determinado funcionário ou serviço.

Em relação às aptidões e interesses que o profissional deve ter para ser bem sucedido na área, o gerente afirma que o bom atendimento ao hóspede se inicia com um sorriso: “Primeiro deve-se respeitar a hotelaria, pois se trata de uma administração específica e requer conhecimentos específicos, assim como para administrar um hospital ou uma escola são necessários outros tipos de conhecimento. Quando trabalhamos em um hotel, vemos o quão diferente ele é do que quando nos hospedamos. Trabalhamos para atender milhares de pessoas, com gostos diferentes, opiniões diferentes, culturas diferentes e chegar num denominador comum para que todos ou a maioria saia do seu hotel no mínimo satisfeito, envolve uma responsabilidade muito grande. O primeiro e obrigatório item de “uniforme” na hotelaria é o sorriso”, comenta.

O gerente também afirma que o momento do mercado hoteleiro é de expansão em virtude dos grandes eventos que o Brasil irá receber.

“É inegável o crescimento da hotelaria no Brasil e principalmente no Rio de Janeiro em função da Copa do Mundo, Olimpíadas e outros grandes eventos como a Jornada Mundial da Juventude e o Rock In Rio. Com isso cresce também a necessidade de mais profissionais capacitados. Hoje o Rio de Janeiro (Capital) conta com aproximadamente 32 mil unidades habitacionais divididas entre hotéis, pousadas, albergues, apart hotéis, “hostels”

A gerente do hotel Cantareira, Alessandra Mercante Ventura, 39 anos acredita no potencial do mercado da hotelaria em Niterói.

“O mercado está aquecido e as oportunidades têm crescido proporcionalmente à demanda de hospedagem na nossa cidade. Acredito que sempre há necessidade de profissionais capacitados e comprometidos na área”, afirma.

A gerente conta que a profissão exige organização e conhecimento de todos os departamentos do hotel.

“O dia a dia da profissão é bem dinâmico, exige muita organização e uma visão ampla do funcionamento do hotel como um todo. Na realidade, todas as áreas passam por nós, desde reservas, governança, administrativo, financeiro”, diz.

A remuneração do gerente de hotel varia de acordo com o tamanho da unidade e também com o Programa de Participação nos Lucros e Resultados ou comissão por metas alcançadas.
O salário médio é de R$2,5 mil e pode ultrapassar a marca de R$10 mil.

Anúncios

Uma resposta para “HOTELARIA EM BOM MOMENTO

  1. Igor Versiani

    Montes Claros vive este momento!

    Atenciosamente, Igor Versiani

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s