Transparência Sim, Repressão Não!

Em nota oficial Partido Verde RJ repudia o “vandalismo policial” e apoia as manifestações no Rioterça, 23 de Jul de 2013

O Partido Verde do Rio de Janeiro vem, publicamente, se pronunciar contra a política de repressão indiscriminada aos manifestantes que cada vez mais se fazem presentes nas ruas do nosso Estado. O Partido Verde condena a falta de transparência do atual governo e as inúmeras situações duvidosas em que o mesmo se envolveu nesses anos e que têm alimentado a revolta de nossa juventude. O Partido Verde reafirma a sua oposição ao governo Sergio Cabral, ao qual se apresentou como alternativa nas duas últimas eleições para o governo estadual.

O Partido Verde surgiu como resposta às necessidades do mundo contemporâneo em busca de uma nova relação da humanidade com o meio ambiente e da aceitação de novos costumes, como a liberdade de opção sexual, a descriminalização do consumo de drogas e a legalização do aborto. Entre as questões defendidas pelo Partido Verde sempre esteve a defesa da democracia, da justiça social e da maior participação dos cidadãos na definição das políticas públicas. Em suma, a defesa de governos transparentes e abertos à participação popular, gerando boa governança.

Isto não é o que se verifica neste momento no Estado do Rio de Janeiro. O governo do PMDB e de seus aliados políticos vem reprimindo com violência desmedida as tentativas de participação da juventude na vida política do Estado e do país. A mando do governador, a polícia tem usado de violência indiscriminada contra todos que têm ousado se manifestar nas ruas. E motivos não faltam para que estes jovens encham as ruas. O governador tem, sistematicamente, se envolvido em escândalos, como seu envolvimento com a empreiteira Delta, o caso das ambulâncias da Toesa, sua proximidade aos empresários da Fetranspor, os gastos desmedidos com a reforma do Maracanã, a alienação indevida de imóveis públicos, a destruição de bens do Patrimônio Cultural e a farra dos helicópteros. Isto sem falar nas alterações casuísticas dos planos de mobilidade urbana e no descaso com as vítimas das tragédias ambientais na Região Serrana.

O Partido Verde ouve e aprende com as pessoas que vão às ruas se manifestar e se coloca ao lado desses corajosos brasileiros.

Partido Verde do Estado do Rio de Janeiro

Anúncios

Uma resposta para “Transparência Sim, Repressão Não!

  1. Carlos Alberto da Silva Cucco

    Guida infelizmente eu tentei alertar que mesmo a Marina não estaria na frente deste movimento, ex. o MMC nacional já existe em muitas cidades e todas as capitais federais e são contra os partidos políticos,,,onde eu faço algumas sugestões como dissolução do congresso e do senado, estou propagando o movimento todos na rua no 7 de setembro e vou fardado de tenente do exército brasileiro com espada, carta patente e tudo.
    Venho tentando falar sobre os 70% da população negra que junto com os povos tradicionais (índios e negros) conseguiram preservar muitas espécies vegetais até os dias de hoje dentro dos terreiros de candomblé e que precisam de ajuda política para trabalhar seus movimentos que estão tombados pelo IPHAN material e imaterial, representam um contingente humano grande e que vem sendo manipuladas pelo partido da Jandira Fegalle.
    E estou trabalhando com pessoas de São Paulo para despoluir a baía de Guanabara retirando 31 embarcações afundadas arrematada no leilão do INEA.
    Podemos pensar politicamente sobre vários assuntos que não fazer parte dos programas políticos tradicionais pois um partido pequeno tem de andar na contramão da boiada se quiser manter alguma dignidade junto á população.
    Forte Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s