SÃO PAULO JÁ TEM PRÉ-CANDIDATO VERDE A GOVERNADOR

img 0001

Em clima de festa, o PV-São Paulo Capital reuniu as Bacias 1, 2, 3 e 4 para apresentar sua lista de pré-candidatos, visando as eleições de 2014.

O salão nobre da Câmara Municipal de São Paulo ficou tomado pelos ativistas que assistiram a apresentação dos pré-candidatos e os informes dos dirigentes e parlamentares presentes.

Os trabalhos da mesa foram conduzidos pelo dirigente estadual e presidente do PV Capital, Carlos Camacho. Entre outros, marcaram presença no evento os dirigentes estaduais Arnaldo Juste, Hélio Amorim e Claudio Turtelli, os vereadores Dalton Silvano e Gilberto Natalini, além de Patrícia Penna, representando o presidente nacional da legenda, deputado federal José Luiz de França Penna.

img 0002

A solenidade foi marcado pelo anúncio da filiação do ex-deputado federal e ex-vereador da cidade de São Paulo, Willian Woo, que na oportunidade se posicionou como pré-candidato ao parlamento federal. Entre os vereadores da capital foram referendadas as pré-candidaturas de Abou Anni, para a Câmara Federal e, Ricardo Teixeira, para a Assembleia Legislativa.

O momento de maior vibração da plenária ocorreu quando o presidente do PV São Paulo, Carlos Camacho, em nome de toda a executiva municipal, convocou o vereador Gilberto Natalini a participar da disputa para o cargo majoritário. Surpreendido, o parlamentar discursou sobre sua trajetória e sua relação com a legenda, aceitando a indicação e colocando-se à  disposição do Partido Verde como pré-candidato ao governo do estado de São Paulo.

img 0003

A pré-candidatura de Gilberto Natalini neste momento é muito importante para a correta trajetória da legenda nas próximas eleições. Isto porque a iniciativa do vereador reforça a vontade da corrente majoritária da legenda que deseja somente candidaturas do PV, tanto nos cargos majoritários (governador, vice e senador) como nas listas proporcionais (deputados federais e estaduais), contrapondo aos interesses de um setor minoritário que prega alianças com outras legendas nas listas proporcionais, além do apoio, já no primeiro turno, a um candidato a governador de outro partido.

Em 2014 serão disputadas, no estado de São Paulo, 94 cadeiras para a Assembleia Legislativa e 70 cadeiras para Câmara Federal. Como a lei permite que as legendas utilizem até 50% a mais de candidaturas sobre o número de cadeiras existentes, o PV-SP, se não fizer coligações, poderá lançar 141 candidatos ao cargo de deputado estadual e 99 candidatos ao cargo de deputado federal. Deste montante, o PV Capital será responsável pela apresentação de aproximadamente 25% das candidaturas, ou seja, 37 candidatos ao parlamento estadual e 25 candidatos ao parlamento federal, sendo que 1/3 destas vagas terão que ser do sexo feminino.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s