Qual a diferença entre lixão, aterro sanitário e aterro controlado?

O Lixão é definido basicamente como um depósito de lixo a céu aberto e sem nenhuma preparação para essa função.

O Lixão é definido basicamente como um depósito de lixo a céu aberto e sem nenhuma preparação para essa função.

Em geral, existem três destinos para todo o lixo e resíduos sólidos que são descartados: lixões, aterros sanitários e aterros controlados. Embora muitas pessoas confundam esses locais, vale destacar que cada modelo possui suas particularidades e, quando mal administrados, podem oferecer diversos riscos à saúde e ao meio ambiente.

O lixão é nada mais que um depósito de lixo a céu aberto: é uma área para disposição final de resíduos sólidos, mas que não recebeu nenhum tipo de preparação anterior para tal fim. Neste tipo de local, portanto, não há sistema de tratamento de efluentes líquidos como o chorume — fruto da decomposição da matéria orgânica.

Como consequência, o chorume penetra pela terra, contaminando solo e lençóis freáticos. Uma vez que os resíduos ficam expostos a céu aberto, sem receber nenhum tipo de tratamento, o lixão também oferece risco de contaminação para pessoas e animais que vivem a seu redor.

No aterro sanitário, por outro lado, o lixo é depositado em locais em que o solo foi previamente tratado e impermeabilizado. Há, também, um sistema de drenagem de chorume, que encaminha a substância para tratamento e depois o devolve ao ambiente sem oferecer riscos de contaminação. Além disso, é realizada a captação e queima do gás metano liberado.

A administração de um aterro sanitário também prevê a cobertura diária do lixo acumulado, evitando a proliferação de contaminantes, mau cheiro e poluição visual. Apesar de apresentar tantos aspectos positivos, os aterros sanitários têm vida curta — cerca de 20 anos — e, mesmo após sua desativação, continuam produzindo gases e chorume. Por isso, precisam ser devidamente preparados e de bastante manutenção.

O aterro controlado, por fim, é considerado um intermediário entre lixão e aterro sanitário. Geralmente são áreas próximas a lixões, que foram remediadas de modo a reduzir os impactos ambientais e gerenciar o recebimento de novos resíduos. Esse tipo de depósito também cobre os resíduos com uma camada de terra, mas não oferece sistemas de tratamento de chorume ou impermeabilização do solo.

DINÂMICA AMBIENTAL

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s